Última hora

Última hora

Acordo comercial UE - Japão

Em leitura:

Acordo comercial UE - Japão

Acordo comercial UE - Japão
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de quatro anos de negociações, a União Europeia e o Japão assinam um acordo de livre comércio em Tóquio nesta terça-feira.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e o líder da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, encontram-se com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em plena escalada das tensões no comércio internacional.

Com uma população de 127 milhões de habitantes, o Japão é o segundo maior parceiro comercial da União Europeia na Ásia e o sexto do mundo.

A UE já exporta mais de 58 mil milhões de euros em bens e mais de 28 mil milhões em serviços, para o território japonês.

Mais de 600 mil postos de trabalho na União estão relacionados com as exportações para o Japão.

Este país asiático é a quarta economia mundial. O acordo vai eliminar quase todas as tarifas aduaneiras que até agora representavam mil milhões de euros por ano.

As principais vendas japonesas na União Europeia correspondem a material elétrico, veículos e equipamento médico. Por seu turno, os 28 também exportam automóveis, máquinas, medicamentos e produtos agrícolas, como carne, vinho e queijo.