Última hora

Última hora

Livro branco sobre Brexit levanta dúvidas à União Europeia

Em leitura:

Livro branco sobre Brexit levanta dúvidas à União Europeia

Livro branco sobre Brexit levanta dúvidas à União Europeia
© Copyright :
REUTERS/Yves Herman
Tamanho do texto Aa Aa

O livro branco para o relacionamento futuro entre o Reino Unido e a União Europeia levanta muitas dúvidas ao principal negociador do Brexit pela Comissão Europeia, Michel Barnier, que reiterou que o "tempo está a esgotar-se".

Uma das dúvidas prende-se com o tipo de fronteira entre as duas partes da ilha da Irlanda, cujo território a norte é de soberania britânica. A primeira-ministra britânica recusa a ideia de que possa permanecer na união aduaneira.

Não pedimos uma fronteira entre a Irlanda do Norte e o resto do Reino Unido, mas temos de fazer controlos

Michel Barnier Negociador do Brexit pela Comissão Europeia

"Deixem-me recordar o compromisso assumido pela primeira-ministra, Theresa May, de criar um plano de contingência, numa carta que enviou ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, em março. O respeito por esse compromisso é essencial", disse Michel Barnier, sexta-feira, ao comentar, pela primeira vez, o documento apresentado, há dez dias, pelo governo de Londres.

"Não estamos a pedir uma fronteira entre a Irlanda do Norte e o resto do Reino Unido, mas precisamos de controlar a transação de bens porque o Reino Unido quer sair do mercado único. Não podemos perder tempo com essa questão", acrescentou o negociador-chefe.

Barnier fez esta avaliação aos ministros dos Assuntos Europeus, reunidos em Bruxelas, sexta-feira, depois do encontro, na véspera, com o novo ministro britânico para o Brexit, Dominic Raab. Um Brexit duro já não é descartado.

"Temos a responsabilidade de estar preparados para todos os cenários, incluindo o de não chegarmos a acordo. Como disse o Conselho Europeu, temos que intensificar os preparativos, a todos os níveis, para todos os cenários", afirmou Barnier.

O negociador propôs ao governo britânico retomar, já na próxima semana, o diálogo. Faltam 13 semanas para terminar o prazo do período negocial, a partir do qual se inicia o processo de aprovação e ratificação. O Reino Unido deverá abandonar a União Europeia em março de 2019.