Última hora

Última hora

Onda de calor numa Europa cada vez mais quente

Em leitura:

Onda de calor numa Europa cada vez mais quente

Onda de calor numa Europa cada vez mais quente
Tamanho do texto Aa Aa

Há uma onda de calor que teima em ficar, com meio continente abafado onde deveria fazer mais fresco e a outra metade estranhar a falta de um sol mais intenso.

Os cientistas dizem que a exceção poderia tornar-se norma. Londres, Berlim, Paris, o centro e o norte da Europa aprendem a conviver com altas temperaturas, demasiado altas, mesmo para o Verão.

Uma tendência que tem vindo a acentuar-se em particular, nas últimas três dêcadas. O efeito de estufa traz mais mais calor, dão-se mais fogos e menos chuvas.

Em entrevista à Euronews, Freja Vambog, do Sistema Copernicus, explica que a tendência é para que estas alterações sejam "cada vez mais comuns."

"Com secas e fogos, a coisa torna-se mais complexa, até por causa da forma como chove, por causa das chuvas. Se olharmos para a Europa, vemos que a tendência, a respeito das chuvas é de irregularidade. Não sabemos se chove mais ou menos."

Se em certas partes da Península Ibérica, o verão parece ter chegado algo tímido, os vizinhos do centro e norte da Europa devem esperar, daqui para a frente, temperaturas mais elevadas de forma permanente.