Última hora

Última hora

Alexis Tsipras assume a responsabilidade política pelos incêndios na Grécia

Em leitura:

Alexis Tsipras assume a responsabilidade política pelos incêndios na Grécia

Alexis Tsipras assume a responsabilidade política pelos incêndios na Grécia
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, dá a cara e assume as culpas pelos incêndios de segunda-feira no país. Os fogos fizeram pelo menos 86 mortos: "Quero assumir total responsabilidade política pela tragédia. Acredito que é algo inerente ao cargo de chefe de governo do país".

O presidente da câmara de Rafina não apoia certas decisões tomadas nos momentos críticos: ''mandei evacuar o Lirio (uma instituição para crianças órfãs) em Maratona. Não podem dizer que não conseguiram evacuar a minha zona. Obviamente que podiam. Mas deviam ter dito que o fogo ia mudar de direção, que não estava apenas a avançar, mas que também estava a recuar e que seria preciso evacuar..."

Os cidadãos viveram momentos de horror. Agora colocam questões e pedem justiça.

''O erro é dos bombeiros a 100%. No momento em que recebeu a chamada no início do incêndio, deveriam ter recorrido a um canadair para apagar o fogo. Nem sequer veio um veículo oficial para avisar os moradores que seria necessário fazer uma evacuação, porque o incêndio ia na direção destes moradores", disse um bombeiro voluntário.

A corporação de bombeiros já começou a investigar as causas do incêndio.

''À dor e à tristeza, acrescenta-se a raiva. os moradores da região pedem explicações sobre as condições da tragédia e pedem ajuda ao estado para enfrentar o amanhã. Autoridades do governo e autoridades locais confirmam que qualquer erro será julgado pela justiça. Fay Doulgkeri, Atenas, Euronews'', conclui a jornalista da euronews, Fay Doulgkeri.