Última hora

Última hora

Twitter afunda na abertura de Wall Street

Em leitura:

Twitter afunda na abertura de Wall Street

Twitter afunda na abertura de Wall Street
Tamanho do texto Aa Aa

A jornada de ontem foi o prenúncio de mais um dia negro entre as tecnológicas. À queda histórica do Facebook, o maior rival, seguiu-se a do Twitter.

Na abertura de Wall Street, esta sexta-feira, as ações da cotada estavam a cair 14%. Já se encontravam em terreno negativo ainda antes do arranque da sessão. Os investidores reagiram aos resultados dececionantes do segundo trimestre.

Apesar de a empresa ter revertido o prejuízo face ao período homólogo informou que perdeu utilizadores, com a maior queda a verificar-se nos EUA.

A rede social registou 335 milhões de utilizadores mensais ativos no fim de junho, abaixo dos 339 milhões esperados pelo mercado e dos 336 milhões de pessoas no trimestre anterior.

O Twitter tem apagado contas falsas automáticas ou de utilizadores que promovem, por exemplo, discursos de ódio mas a rede social também foi confrontada com a necessidade de proteger melhor os dados pessoais. Dilemas com que o Facebook também se depara e que penalizaram fortemente a empresa na sessão de ontem da Bolsa de Nova Iorque.