Última hora

Última hora

Ilha da Páscoa corta no turismo

Em leitura:

Ilha da Páscoa corta no turismo

Ilha da Páscoa corta no turismo
Tamanho do texto Aa Aa

Até nos locais mais remotos do planeta, o turismo em excesso começa a ser um problema. A Ilha da Páscoa vai reduzir o tempo que os turistas podem passar neste local de 90 para 30 dias.

As autoridades chilenas justificam a decisão por considerarem que os turistas "estão a danificar a idiossincrasia local" e que "1000 anos de cultura estão a ser alterados e não para melhor", segundo o presidente da Câmara da ilha do Pacífico, Petro Edmunds.

No censos de 2017, a ilha das estátuas Moai - Património Mundial da UNESCO - contava com 7750 habitantes, 3000 a mais do que o ideal, segundo os responsáveis e quase o dobro do que 20 anos antes.