Última hora

Última hora

Alemanha e Dinamarca "adaptam-se" a onda de calor

Em leitura:

Alemanha e Dinamarca "adaptam-se" a onda de calor

Alemanha e Dinamarca "adaptam-se" a onda de calor
Tamanho do texto Aa Aa

Com temperaturas que atingem mais de 35 graus em Berlim, a capital da Alemanha, o alcatrão começou a derreter e teve de ser reparado. Sinal de que estas temperaturas são pouco habituais por estas paragens do noroeste e centro europeu.

Outro sinal é a diminuição do nível da água no rio Reno, obrigando muitos navios a transportar cargas mais leves.

As autoridades estão a utilizar canhões de água para regar as zonas verdes e tentar manter o ambiente menos seco.

As ondas de calor no hemisfério norte estão ligadas ao aquecimento global, dizem os cientistas.

Ainda mais a norte que a Alemanha, a Dinamarca vê-se confrontada com fogos florestais e perda de colheitas.

Pouco habituados, os dinamarqueses tentam ser criativos para combater as insónias, tendo um casal de idosos resolvido mudar a cama para a cabana do jardim!