Última hora

Última hora

Violência depois das eleições no Zimbabué

Em leitura:

Violência depois das eleições no Zimbabué

Violência depois das eleições no Zimbabué
Tamanho do texto Aa Aa

Vive-se um ambiente de tensão pós-eleitoral no Zimbabué. Há registo de pelo menos uma vítima mortal em Harare. Depois da vitória do partido de Emmerson Mnangagwa, os militantes da oposição saem às ruas em protesto e as tensões aumentam. A polícia já não era suficiente e os oficiais do exército tentam controlar os focos de violência.

"Não somos pessoas violentas, mas precisamos de eleições transparentes. Tal como Mnangagwa disse ao povo do Zimbábue desde o início. Disse ao povo que iríamos levar a cabo umas eleições transparentes. Mas agora vemos que as pessoas reclamam que estas eleições não são transparentes", disse um dos manifestantes que saiu às ruas.

A oposição, liderada por Nelson Chamisa, já questionou os primeiros resultados e queixa-se de falta de transparência. O ministro da Justiça do Zimbabué disse que o exército foi destacado para dispersar a violência e para assegurar a "paz e a tranquilidade".