Última hora

Última hora

Petr Cech "trava" ex-equipa do Chelsea em dérbi de pré-época

Em leitura:

Petr Cech "trava" ex-equipa do Chelsea em dérbi de pré-época

Aos 36 anos, Petr Cech ainda garante vitórias na baliza do Arsenal
© Copyright :
Action Images via Reuters/Paul Childs
Tamanho do texto Aa Aa

Arsenal e Chelsea anteciparam em Dublin, na International Champions Cup, um dos dérbis londrinos da Liga inglesa e logo aos seis minutos houve golo para osde Stamford Bridge.

O central alemão Antonio Rudiger respondeu da melhor forma a um pontapé de canto do espanhol Cesc Fabregas.

Pouco depois, o Chelsea podia ter feito o segundo golo após falta na área sobre Callum Hudson-Odoi. Chamado a marcar o penálti, Álvaro Morata esbarrou em Petr Cech.

O espanhol teve uma prestação apagada e o treinador, o italiano Mauizio Sarri, foi questionado, desdramatizando o momento do avançado.

"Não sei se lhe falta confiança. Talvez estivesse cansado porque os últimos três dias foram muito intensos para ele", referiu o treinador do Chelsea, referindo-se ao facto de Morata ter estado afastado da equipa para apoiar no domingo, em Veneza, a mulher, Alice Campello, que deu à luz gémeos.

Do outro lado, o Arsenal teve uma boa prestação e não apenas entre os postes.O trio Özil-Aubameyang-Mkhttaryan revelou um bom entendimento a que só faltou o golo.

Na segunda parte, Alexandre Lacazette substituiu Aubameyang para os derradeiros 15 minutos e já nos descontos fez o empate à boca da baliza

Não podendo haver empates na International Champions Cup, o triunfo foi decidido nos penáltis.

Após cinco tentativas com sucesso, o Chelsea falhou. Loftus-Cheek voltou a esbarrar no inspirado Petr Cech.

O Arsenal foi mais eficaz: seis em seis. Alex Iwobi assinou o decisivo penálti e deu ao Arsenal o segundo triunfo dos "gunners" no torneio, o primeiro nos penáltis, o que vale dois pontos (um triunfo nos 90 minutos vale três pontos e uma derrota nos penáltis vale um).

Os "gunners" têm ainda mais um jogo de preparação diante do Sevilla, antes de se estrearem na Liga inglesa no domingo, 12 de agosto, com a receção ao campeão Manchester City.

O Chelsea entra em ação já no domingo com a Supertaça de Inglaterra, a Comunity Shield, diante também dos "citizens" de Bernardo Silva e Pep Guardiola.