Última hora

Última hora

Pelo menos três soldados da NATO mortos no leste do Afeganistão

Em leitura:

Pelo menos três soldados da NATO mortos no leste do Afeganistão

Pelo menos três soldados da NATO mortos no leste do Afeganistão
Tamanho do texto Aa Aa

Um bombista suicida matou três soldados checos, parte da patrulha terrestre da Organização do Tratado do Atlântico Norte presente no leste do Afeganistão, num ataque reclamado pelos jiadistas do grupo Taliban. O ataque teve lugar em Charikar, capital da província de Paewan.

Pelo menos um soldado dos Estados Unidos e dois do Afeganistão ficaram também feridos, de acordo com informações avançadas pela NATO/OTAN.

Adrej Babis, o primeiro-ministro da República Checa, prestou homenagem aos soldados mortos, que definiu como "heróis que lutaram contra o terrorismo tão longe de casa."

"Respeito o que dizeram pelo nosso país e quero expressar a minhas profundas condolências às famílias," disse o primeiro-ministro checo na rede social Twitter.

O leste do Afeganistão é uma das zonas mais perigosas para as tropas da Aliança Atlântica. Tropas dos Estados Unidos têm permanecido na região de forma regular, desde o anunciado fim das operações contra os Taliban, em 2014.

Os jiadistas do movimento Taliban lutam pela restauração de um Estado islâmico no Afeganistão, que obedeça, de forma estrita, à charia, a lei islâmica.

A luta armada dos Taliban tem lugar depois do desmantelamento do regime do Emirado Islâmico do Afeganistão levado a cabo pelas tropas norte-americanas, em 2001, num conjunto de operações que tiveram lugar depois dos ataques do 11 de setembro.

Os Taliban dominaram a vida política do Afeganistão durante oito anos, a partir de 1996, apesar de nunca terem conseguido controlar a totalidade do território nacional.