This content is not available in your region

Primo do presidente argentino admite ter subornado kirchnerismo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Primo do presidente argentino admite ter subornado kirchnerismo

O primo do presidente argentino admitiu ter subornado os governos da família Kirchner. Ángelo Calcaterra, ex-proprietário da empresa de construção IECSA, disse ao juiz Claudio Bonaldo ter pagado a dois funcionários governamentais, em troca de benefícios para obter concessões de obras públicas. Calcaterra permanece, pelo menos para já, em liberdade.

O primo do presidente Mauricio Macri foi chamado pela Justiça por ter sido mencionado nos chamados "cadernos de corrupção", uma série de anotações feitas por um ex-motorista do kirchnerismo.