Última hora

Última hora

Primo do presidente argentino admite ter subornado kirchnerismo

Em leitura:

Primo do presidente argentino admite ter subornado kirchnerismo

Primo do presidente argentino admite ter subornado kirchnerismo
Tamanho do texto Aa Aa

O primo do presidente argentino admitiu ter subornado os governos da família Kirchner. Ángelo Calcaterra, ex-proprietário da empresa de construção IECSA, disse ao juiz Claudio Bonaldo ter pagado a dois funcionários governamentais, em troca de benefícios para obter concessões de obras públicas. Calcaterra permanece, pelo menos para já, em liberdade.

O primo do presidente Mauricio Macri foi chamado pela Justiça por ter sido mencionado nos chamados "cadernos de corrupção", uma série de anotações feitas por um ex-motorista do kirchnerismo.