Última hora

Última hora

Incêndio #HolyFire já consumiu cerca de 20 mil hectares na Califórnia

Em leitura:

Incêndio #HolyFire já consumiu cerca de 20 mil hectares na Califórnia

Um avião despeja retardante de fogo no combate ao "Holy Fire"
© Copyright :
Lake Elsinore City Hall/via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

A área ardida do incêndio batizado nos Estados Unidos como "Holy Fire" ("fogo sagrado") já atinge quase os 20 mil hectares, a sul de Los Angeles, na Califórnia.

Este é um dos dois incêndios ativos no sul do estado da Calfórnia, mantendo-se sem provocar vítimas humanas.

As operações de evacuação da região realizaram-se numa área que integra quase 7500 habitações familiares e obrigaram a deslocar para zonas de segurança mais de 21 mil pessoas.

Mais de 1500 operacionais estão a combater as chamas nas encostas da Floresta Nacional de Cleveland, com o apoio de pelo menos 150 meios aéreos.

Pelo menos 12 estruturas foram destruídas pelo fogo, logo na fase inicial do incêndio.

As previsões meteorológicas são desfavoráveis no combate ao fogo, com temperaturas esperadas entre os 33 e os 36 graus, e ventos na ordem dos 40 km/hora.

As condições do terreno também se revelam uma dificuldade acrescida ao trabalho dos bombeiros.

Apenas dez por cento do perímetro de fogo está controlado, lê-se na página de informação em tempo real sobre o incêndio. Ainda assim, as autoridades preveem ter o fogo dominado até quarta-feira.

O alarme de incêndio deste "Holy Fire" disparou na segunda-feira em Holy Jim Canyon (o que lhe valeu o baptismo) e presume-se que teve causa humana.

O principal suspeito está sob custódia das autoridades e já foi presente a tribunal. Além de fogo posto, Forrest Gordon Clark, de 51 anos, vai ser também acusado de ofensas criminais e delito grave de resistência às autoridades, arriscando uma pena de prisão de 10 anos a perpétua.