This content is not available in your region

Em Praga para preparar "break dance" nos Jogos Olímpicos

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com Lusa
Em Praga para preparar "break dance" nos Jogos Olímpicos

O "break dance" ou "breaking" - verdadeiro nome da prática segundo os especialistas - será um dia uma modalidade olímpica oficial? 

A resposta pode ainda estar longe mas, a partir desta segunda-feira, decorre em Praga, na República Checa, uma "cimeira" para preparar a participação da modalidade, como convidada, nos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris.

Entre os presentes estará Max Pereira, líder da equipa portuguesa Momentum Crew - com sete títulos europeus e mundiais:

"Requer uma organização, uma união e uma linha em comum para que possamos todos disfrutar de uma nova plataforma, que é a plataforma desportiva, que até agora é inexistente."

Para Roberto Mendes, que estudava teatro quando descobriu o "breaking", a presença em Paris será uma forma de dar a conhecer a modalidade ao mundo:

"Há pessoas que, na sociedade em geral, não têm o devido conhecimento daquilo que nós fazemos portanto as Olimpíadas, neste caso os Jogos Olímpicos em Paris em 2024, é quase um 'abre latas'."

O "brake dance", ou "breaking", recebeu dos organizadores dos Jogos em Paris o estatuto de modalidade convidada, ao lado do surf, da escalada e do skate, mas a aprovação final deverá ser feita pelo Comité Olímpico Internacional, numa reunião do quadro executivo prevista de 26 a 28 de março.