This content is not available in your region

Autoridades maltesas acusam autores do sequestro

Access to the comments Comentários
De  Joao Duarte Ferreira
Autoridades maltesas acusam autores do sequestro

As autoridades de Malta acusaram formalmente dois adolescentes e um adulto pelo sequestro de um pequeno navio cisterna que os havia resgatado a eles e outros ao largo da costa da Líbia.

Os três indivíduos, oriundos da Costa do Marfim e da Guiné, são acusados de terem ameaçado a tripulação na quarta-feira depois de se aperceberem que estavam a regressar à Líbia e não a Malta como pretendiam.

Os três acusados fazem parte de um grupo de 108 africanos resgatados esta semana pelo navio cisterna.

O sequestro do navio levou à intervenção das forças especiais de Malta que assumiram o controlo da embarcação.

O tribunal de Valeta acusou os indivíduos de sequestro e intimidação, atos considerados como crimes terroristas na legislação nacional.

De recordar que o número de migrantes resgatados no Mediterrâneo tem vindo a cair.

De mais de um milhão em 2015, o número caiu para 140 mil em 2018, segundo dados das Nações Unidas