This content is not available in your region

Estudantes regressam às ruas para mais protestos

Access to the comments Comentários
De  Joao Duarte Ferreira
Estudantes regressam às ruas para mais protestos

É sexta-feira e por todo o mundo multiplicam-se os protestos contra as alterações climáticas.

Da Nova Zelândia, à Coreia do Sul, milhares de estudantes regressaram às ruas para exigirem medidas de combate ao aquecimento global.

Tal como na semana passada, mais protestos estão previstos por toda a Europa.

Para esta ativista italiana, cabe às instituições europeias ajudarem os países e cidadãos a mudarem a situação. Federica Gasbarro afirma que se trata da batalha da sua geração pois, se não se fizer nada não vai haver futuro. Há que passar da ambição à ação, afirma.

"As instituições europeias precisam de ajudar todos os países, todas as pessoas, todos os cidadãos a mudarem a situação. Isto é a batalha da nossa geração, se não agimos agora não vamos ter um futuro. Temos que passar da ambição à ação, isto é a solução", afirma Federica Gasbarro da organização "Friday for Future" em Itália.

Na sexta-feira passada, estima-se que mais de quatro milhões de pessoas, entre elas muitos estudantes, participaram na greve mundial em prol do meio ambiente.