This content is not available in your region

Presidenciais croatas terão segunda volta em janeiro

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Presidenciais croatas terão segunda volta em janeiro
Direitos de autor  AP Photo/Filip Horvat

Os croatas terão de voltar às urnas a 5 de janeiro para eleger o novo chefe de Estado, pelo menos de acordo com os resultados provisórios das eleições presidenciais deste domingo.

A escolha deverá recair entre Zoran Milanović, o antigo primeiro-ministro da formação social-democrata SPD, ou Kolinda Grabar-Kitarović, a atual presidente.

O primeiro foi o candidato mais votado na primeira volta do escrutínio, com 31,4% dos votos e 39% dos resultados apurados. Mas, à falta de maioria absoluta terá de medir forças com a segunda candidata mais votada.

Grabar-Kitarović, que se recandidata ao cargo pela formação conservadora de direita União Democrática Croata (HDZ), obteve 27,8% dos votos.

O cantor independente Miroslav Škoro, antigo militante da União Democrática Croata e apoiado por formações da extrema-direita nacionalista, assume a terceira posição com 22,3% dos votos.

A confirmar-se o duelo na segunda volta entre Milanović e Grabar-Kitarović, os analistas antecipam uma vitória da candidata, que poderá beneficiar do voto conservador dos apoiantes de Škoro.

A 1 de janeiro, a Croácia assume a presidência rotativa da União Europeia.