This content is not available in your region

Problemas sociais marcam eleições na Irlanda

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
Problemas sociais marcam eleições na Irlanda
Direitos de autor  euronews

A Irlanda está em pleno desenvolvimento. O emprego está em níveis recorde e o país tem a maior taxa de crescimento da UE. Mas apesar do atual "boom" económico, o tema dominante em ambiente de eleições são os sem abrigo do país.

São quase 10 mil pessoas a viver nas ruas. Pessoas como Patrick Hynes - que vive numa barraca há quatro meses. Pessoas que perderam toda a fé no governo de Leo Varadkar.

Acredito que se Leo Varadkar ou qualquer um dos membros do partido fizessem uma avaliação sobre os sem abrigo durante uma semana, se saíssem à rua... Se passassem algumas noites com eles e vissem o estado dos albergues... talvez tivessem uma visão diferente e nos ajudassem mais, porque não estão a fazer nada - absolutamente nada!
Patrick Hynes
Sem abrigo

Candidatos de todos os partidos políticos irlandeses têm recebido informações sobre o estado do serviço nacional de saúde, onde as listas de espera continuam a crescer. Kelly Tallant, sofre de um distúrbio pulmonar e, recentemente, enfrentou 42 horas de espera num hospital, sem dormir:  "É absolutamente vergonhoso. Não há apoio fora das urgências. A minha função pulmonar cai para 39%, o que representa um terço do funcionamento de uma pessoa normal e não há apoio. Tenho de esperar cinco meses por um especialista. Quando perdi quase 20 Kgs não havia nutricionistas, nem enfermeiras... Basicamente, o especialista é o clínico geral e, quando vamos ao consultório, é preciso rezar para que não nos transfira para as urgências."

Os analistas acreditam que a questão dos sem abrigo, as falhas no sistema de saúde e de pensões vão custar caro ao partido Fine Gael neste fim- de-semana.

Isso prejudicou-o e alimentou uma percepção a longo prazo que o Fine Gael talvez represente pessoas da classe média e alta - este argumento tem sido utilizado pela oposição nos últimos anos, para o derrotar.
Fiach Kelly
Correspondente - Irish Times
O povo irlandês vai às urnas este fim de semana para as segundas eleições gerais em quatro anos. Nenhum partido terá uma maioria - o que sugere que o próximo governo será minoritário ou uma grande coligação de vários partidos. O resultado destas eleições vai ficar claro na noite de domingo.
KEN MURRAY
EURONEWS