This content is not available in your region

Companheira de Pavlenski detida por "invasão de privacidade"

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
Companheira de Pavlenski detida por "invasão de privacidade"
Direitos de autor  AP Photo/Christophe Ena

A companheira do ativista russo Piotrs Pavlenski, Alexandra de Taddeo, foi detida no caso Benjamin Griveaux. A polícia pretende investigar as ligações relacionadas com a divulgação de um vídeo comprometedor que abalou a reputação do candidato de Emmanuel Macron à Câmara Municipal de Paris e o levou a retirar a candidatura.

O casal está sob custódia policial por "invasão de privacidade".

Estes factos, como o facto de divulgar determinados vídeos sem o consentimento do autor, são sujeitos a sanções penais no nosso país. O artigo 226-2-1 do Código Penal prevê uma multa substancial de dois anos de prisão - e estas ofensas devem ter seguimento.
Christophe Castaner
Ministro do interior de França

O artista russo afirmou ter postado o vídeo sexual na internet para denunciar a "hipocrisia" de Benjamin Griveaux.

Não me interessa quem é Griveaux . É uma questão de princípio. Acho inaceitável que as pessoas cheguem ao poder com intenções dúbias em relação a suas carreiras e preparadas para usar as famílias e os filhos de forma dúbia.
Piotr Pavlenski
Ativista russo

Griveaux desistiu poucas semanas antes das eleições e disse ter sido vítima de golpes, desde o início da campanha eleitoral. Pavlenski refugiado político em França desde 2017 e a companheira estão sob custódia policial por "invasão de privacidade".