This content is not available in your region

Manifestação contestada do Pegida em Dresden

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa
Manifestação contestada do Pegida em Dresden
Direitos de autor  Robert Michael/dpa via AP

Centenas de apoiantes do movimento xenófobo Pegida mobilizaram-se numa nova manifestação em Dresden. 

A organização anti-imigração e anti-Islão organizou, até ao momento, 200 protestos na cidade alemã. 

O desta segunda-feira contou com a presença de Björn Höcke, líder do partido da extrema-direita Alternativa para a Alemanha no Estado federal da Turíngia.

É importante assinalar que 200 manifestações do Pegida é demasiado. Sobretudo com Höcke, temos em Dresden o mais feroz representante da Alternativa para a Alemanha e temos de mostrar-nos contra isso.
Carsten Biesok
deputado do Partido Liberal Democrata (FDP)

A mobilização do Pegida foi fortemente contestada em Dresden, com mais de 2500 pessoas a manifestarem-se em oposição

Mais de 400 polícias foram mobilizados para tentar evitar situações tensas.

Não podemos simplesmente permitir discursos de ódio que, com cada palavra, minam a nossa ordem e liberdade democrática, golpeando-a sistematicamente.
Markus Reichel
União Democrata-Cristã (CDU)

O movimento Pegida contesta, deste 2014, as políticas de Angela Merkel que permitiram a entrada de milhares de refugiados na Alemanha, denunciando uma suposta "islamização" da Europa.

Outras fontes • Deutsche Welle