This content is not available in your region

Sistema de semáforos entra em vigor em Itália

Access to the comments Comentários
De  euronews
Sistema de semáforos entra em vigor em Itália
Direitos de autor  AP Photo/Antonio Calanni   -  

O sistema de semáforos entra em vigor em toda a Itália. Está dividido em três níveis de risco com base em 21 indicadores, desde o número de infeções até a capacidade do sistema de saúde.

Segundo o governo de Giuseppe Conte é uma medida de último recurso, para evitar um novo confinamento nacional. Serão impostas novas restrições mais rigorosas conforme o risco de saturação dos hospitais. Algumas regiões voltaram às restrições impostas em março: Lombardia, Piemonte, Vale de Aosta e Calábria passam a ser consideradas como zona vermelha a partir da meia-noite.

A maior parte do território italiano foi classificada como zona amarela. Mantêm-se as restrições do recolher obrigatório, das 22h às 5 da manhã. Ensino à distância e os transportes públicos funcionam a 50% da capacidade. Os centros comerciais encerraram e nas zonas laranja e vermelhas, estão proibidas as viagens para fora do próprio município e as deslocações limitadas a motivos de trabalho, saúde ou emergência.

Nas zonas consideradas de risco máximo, todos os estabelecimentos comerciais fecharam à exceção das lojas consideradas essenciais. E, desta vez, as autoridades decidiram incluir livrarias e cabeleireiros nesta categoria. A classificação das zonas de risco gerou bastante polémica - os responsáveis das regiões a vermelho contestaram os dados que fundamentam a decisão.

Os parâmetros serão revistos de duas em duas semanas e qualquer possível levantamento das restrições será decidido com base na evolução da pandemia. Itália registou 450 vítimas mortais por Covid-19 nas últimas 24 horas. Com este novo sistema de semáforos, o governo italiano espera evitar mais tensões sociais.