"Homem voador" francês morre durante treino no Dubai

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa
Vincent Reffet durante um salto de "base jumping" em Kuala Lumpur (arquivo)
Vincent Reffet durante um salto de "base jumping" em Kuala Lumpur (arquivo)   -   Direitos de autor  Vincent Thian/AP

O "homem voador" francês Vincent Reffet, conhecido pelas suas impressionantes peripécias em "base jumping" e "wingsuit", bem como por voar no traje do "homem jato", morreu aos 36 anos num acidente durante um treino no Dubai.

A notícia foi avançada pela empresa Jetman Dubai, para a qual trabalhava, que explicou que as circunstâncias do acidente estão a ser investigadas.

Reffet era um dos três pilotos da equipa "Jetman", conhecido por voar com um conjunto de asas rígidas equipadas de mini-jatos ao lado dos aviões da Patrulha de França, por ter entrado num avião em pleno voo em 2017, saltar dos 828 metros da mais alta torre do mundo, a Burj Khalifa no Dubai, voar ao lado de um A380 da companhia Emirates ou atravessar, juntamente com outro "Jetman", Fred Fugen, a famosa Ponte do Céu, junto ao Monte Tianmen, na China, no fim de 2019.