Rusgas e detenções de apoiantes de Navalny

Access to the comments Comentários
De  Euronews
(Arquivo) Em mais uma das inúmeras detenções de que já foi alvo
(Arquivo) Em mais uma das inúmeras detenções de que já foi alvo   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.

Apoiantes ou colaboradores próximos de Alexei Navalny estão a ser detidos antes da manifestação de apoio ao líder da oposição russa, prevista para este sábado.

Pelo menos dois colaboradores próximos de Navalny, Liubov Sobol e Kira Yarmish, estão presos e foram realizadas várias rusgas pelas autoridades.

Na altura da detenção, Kira Yarmish, porta-voz de Navalny, Disse "duvidar que pudesse participar na manifestação, motivo pelo qual está a ser detida".

O protesto não está autorizado pelas autoridades.

Durante a cimeira desta quinta-feira, a União Europeia condenou a detenção de Navalny, depois de este ter sofrido um envenenamento.

"Sobre, Alexei Navalny, condenamos a detenção pelas autoridades russas. Os direitos do senhor Navanly devem ser inteiramente respeitados, apelamos à Rússia para o libertar de imediato e garantir a sua segurança", declarou Charles Michel.

Do lado Parlamento Europeu há apelos a sanções contra oligarcas russos.

Navalny foi detido mal colocou um pé em solo russo depois de ter recuperado na Alemanha de um envenenamento com uma substância neurotóxica do tipo Novichok a quem o líder da oposição culpou os serviços secretos russos.