This content is not available in your region

Seicheles apontam para "imunidade coletiva" em março

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Seicheles apontam para "imunidade coletiva" em março
Direitos de autor  AP   -  

As Seicheles esperam tornar-se num dos primeiros países do mundo a virar a página da Covid.

As autoridades contam ter vacinado, até ao meio de março, mais de 70% da população do arquipélago de 100.000 habitantes, no Oceano Índico.

Um limiar que, segundo os peritos, significará que o país atingiu a almejada "imunidade coletiva".

Wavel Ramkalawan, presidente das Seicheles:"Lançámos o programa de vacinação em janeiro e, atualmente, mais de 44 por cento da população já recebeu a segunda dose da vacina chinesa Sinopharm. E também estamos a administrar a vacina da AstraZeneca. Em princípio, a meio de março deveremos alcançar a imunidade coletiva e deveremos poder reabrir o país ao turismo."

Se o objetivo for alcançado, as Seicheles serão o primeiro país a atingir o patamar, no qual o número de pessoas imunisadas é suficientemente elevado para que a epidemia possa continuar a propagar-se.

Segundo o último balanço, o arquipélago registou onze mortos, num total de 2600 casos de Covid-19.