União Europeia e Reino Unido abertos à "cooperação" na batalha das vacinas

Access to the comments Comentários
De  euronews
União Europeia e Reino Unido abertos à "cooperação" na batalha das vacinas
Direitos de autor  Manu Fernandez/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

Reino Unido e a União Europeia estão abertos à cooperação na produção e distribuição de vacinas contra a Covid-19. Depois de semanas de alguma tensão alimentada por suspeitas e acusações, uma declaração oficial conjunta anuncia medidas específicas para alargar o fornecimento das vacinas e tornar a distribuição benéfica para todos.

Numa das passagens do documento pode ler-se: "Dadas as nossas interdependências, estamos a trabalhar em medidas específicas - a curto, médio e longo prazo - para criar uma situação vantajosa para todos e para alargar a oferta de vacinas a todos os nossos cidadãos".

Entretanto Bruxelas confirma o aumento dos controlos nas cadeias de produção. A ideia é avaliar todos os carregamentos e autorizações de exportação, antes que sejam enviados para fora do bloco.

O Reino Unido encara-se como o principal alvo destes controlos mais duros. O Primeiro-Ministro Boris Johnson deixa o alerta para estes "bloqueios" que podem ser considerados pouco "sensatos". 

De modo geral, gostaria apenas de salientar que qualquer pessoa que considere um bloqueio ou uma interrupção nas cadeias de abastecimento: as empresas podem analisar tais acções e decidir se é sensato, ou não, fazer investimentos futuros em países onde são impostos bloqueios arbitrários.
Boris Johnson
Primeiro-Ministro

A União Europeia está determinada em garantir que os 27 têm acesso a mais vacinas contra a COVID-19, para impulsionar a campanha de vacinação. As propostas do bloco vão ser apresentadas aos líderes da UE a partir desta quinta-feira, numa reunião virtual.