Momento mágico do FC Porto soube a pouco na Liga dos Campeões

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Golo do FC Porto nos quartos de final da Liga dos Campeões
Golo do FC Porto nos quartos de final da Liga dos Campeões   -   Direitos de autor  AP Photo/Angel Fernandez

Bayern e FC porto até vingaram as derrotas da primeira mão, mas não com os golos suficientes para se sobreporem a Paris Saint-Germain e Chelsea nos quartos de final da Liga dos Campeões.

Uma vez mais a jogar em Sevilha, devido às restrições da Covid-19 entre Portugal e o Reino Unido, mas agora na condição de visitante, o FC Porto até conseguiu pressionar os ingleses, mas a equipa do alemão Thomas Tuchel tinha a lição bem estudada.

O Chelsea soube segurar a vantagem de dois golos da primeira mão e chegou aos 90 minutos com o apuramento garantido. O melhor que os "dragões" conseguiram foi marcar aquele que será certamente um dos golos do ano.

O pontapé de bicicleta de Mehdi Taremi fez lembrar o do Cristiano Ronaldo marcado pelo Real Madrid contra a Juventus, terá sido muito celebrado no Irão, mas revelou-se insuficiente. O Chelsea segue em frente.

Em Paris, o campeão europeu Bayern ainda marcou na primeira parte, golo de Eric Choupo-Moting, à beira do intervalo, numa jogada de insistência, mas o PSG, com o português Danilo  no centro da defesa, segurou bem a vantagem dos golos marcados fora e acabou por celebrar o regresso às meias-finais da prova.

De certa-foram, os franceses também acabaram por se vingar da derrota (0-1) sofrida diante do Bayern, em agosto do ano passado, na final da Liga dos Campeões, realizada no Estádio da Luz, em Lisboa.também a derrota de agosto passado na final de Lisboa.

Ingleses e franceses ficam agora à espera de saber que adversário terão pela frente nas meias-finais.

O Chelsea vai defrontar o vencedor do duelo entre o Liverpool, de Diogo Jota, e o Real Madrid, em Anfield. Triunfo espanhol (3-1) na primeira mão.

O PSG vai jogar com o vencedor do duelo em Dortmund entre o Borussia, de Raphael Guerreiro, e o Manchester City, de Bernardo Silva, Rúben Dias e João Cancelo. Vitória inglesa (2-1) no primeiro jogo.