This content is not available in your region

Dezenas de mortes em ofensiva israelita

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AFP, AP
Dezenas de mortes em ofensiva israelita
Direitos de autor  BASHAR TALEB/AFP or licensors   -  

O exército de Israel divulgou imagens do que diz ser o bombardeamento a um armazém pertencente a um elemento do Hamas no centro da Faixa de Gaza e que, afirma, continha armas.

Só este domingo os ataques aéreos israelitas a este território palestiniano destruíram três edifícios e mataram, pelo menos, 42 pessoas. Isto de acordo com fontes palestinianas. Várias casas de líderes do Hamas terão sido destruídas dizem fontes israelitas.

A ofensiva militar de Telavive, deste domingo, foi a mais mortífera desde que recomeçaram os combates entre Israel e o Hamas, há quase uma semana. Conflito que teve na sua génese um ataque por parte de milícias palestinianas a Israel. 

Este domingo, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, afirmava que "a campanha militar contra" o Hamas "continuará com a máxima força".

Os últimos dias de violência fizeram, pelo menos, 188 mortos entre os palestinianos e oito entre os israelitas, na sua maioria civis. São os piores confrontos desde a devastadora guerra de 2014, em Gaza.

O Hamas e as milícias palestinianas lançaram mais de 3.000 roquetes contra território israelita, pondo à prova o seu sofisticado sistema de defesa antimíssil.