This content is not available in your region

"Cemitério de navios" angolano vai desaparecer em breve

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com LUSA
Praia de Santiago, Angola
Praia de Santiago, Angola   -   Direitos de autor  AMPE ROGÉRIO/ 2021 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.   -  

A este local já chamam o "cemitério de navios" de Angola. Fica na praia de Santiago, a norte de Luanda, a cerca de três quartos de hora da capital. As carcaças começaram a ser abandonadas aqui pelo Porto de Luanda há cerca de 30 anos e formaram uma paisagem que é uma delícia para os fotógrafos amadores e um maná para os sucateiros, que revendem os metais - ferro e bronze.

Já para os pescadores, os navios só trazem poluição e perigo - para as pessoas, para o peixe e para o ganha-pão.

José Sebastião dos Santos, pescador da zona, diz: "Isto prejudica os nossos filhos que tomam banho, os marinheiros. Além disso, os barcos vieram estragar muitas redes, não estamos a conseguir trabalhar devidamente. É um grave problema para nós".

A boa notícia é que foi aberto um concurso público para a remoção de toda esta sucata. Para os caçadores de imagens insólitas, é um quadro ideal que desaparece. Já os pescadores esperam que esta paisagem tenha mesmo os dias contados e faina volte a ser como era.

Editor de vídeo • Ricardo Figueira