This content is not available in your region

"María de Buenos Aires" de Piazzolla no Festival "Nuits de Fourvière"

Access to the comments Comentários
De  euronews
"María de Buenos Aires" de Piazzolla no Festival "Nuits de Fourvière"
Direitos de autor  Euronews & Escarlata Sánchez

O "Festival Nuits de Fourvière" em Lyon, França, apresenta o tango "María de Buenos Aires" com música de Astor Piazzolla e encenação de Yaron Lifschitz. María é a alma do tango. Um espetáculo que inclui os acrobatas da companhia Circa e os músicos da Orquestra Nacional d'Auvergne dirigida pelo valenciano Roberto Forés Veses.

María, na minha opinião, representa a alma dos argentinos, da essência do tango. Ela representa a cidade de Buenos Aires, representa este povo, que com as suas crises periódicas morrem virtualmente e renascem - tudo isto construído sobre uma força de vontade baseada no amor ao tango.
Orquestra Nacional d'Auvergne
Roberto Forés Veses

A mezzo-soprano Wallis Giunta desempenha o papel de María e o barítono mexicano Luis Alejandro Orozco representa a personagem misteriosa no inconsciente de María de Buenos Aires.

Na realidade, o tango na Argentina e em muitas zonas da América Latina, na Colômbia, mesmo no Uruguai e no Chile, é uma cultura inteira. É um modo de vida, não é apenas uma dança, é poesia, cultura, música e uma forma de falar. É algo que o argentino traz por ser argentino, por ser de Buenos Aires, é algo que se possui.
Luis Alejandro Orozco
Barítono

Abril Díaz, bailarina do Ballet da Ópera de Lyon, representa um dos muitos aspetos da personagem de Maria. Recebeu a recomendação para não dançar tango.

É proibido dançar tango nesta peça. Foi a primeira recomendação que nos foi dada no início e é um desafio porque, obviamente, a música faz-nos querer dançar o tango.
Abril Díaz
Bailarina - Ballet da Ópera de Lyon

O espetáculo pode ser visto nas noites de 24, 25 e 26 de junho no festival "Nuits de Fourvière" em Lyon.