This content is not available in your region

Tempestades no leste da Europa

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com EVN
Tempestades no leste da Europa
Direitos de autor  EBU   -  

Mais de mil e quinhentas pessoas foram forçadas a abandonar as suas casas na região de Amur, na Rússia, devido às cheias causadas pelas fortes chuvas. Vários edifícios ficaram submersos, com as águas a atingirem níveis sem precedentes, mais de dois metros em 24 horas. Espera-se um agravamento da situação para os próximos dias.

Em duas regiões da Chéquia, atingidas por um tornado, há a lamentar a morte de cinco pessoas e dezenas ficaram feridas. A intempérie destruiu casas, carros, monumentos. Mais de 1.000 operacionais - entre bombeiros, polícias, militares e voluntários - estão no terreno a ajudar as populações.

Na Croácia, estão a ser calculados os danos provocados por uma tempestade que trouxe uma outra, de granizo, à região de Požega. Partículas de gelo, do tamanho de nozes, danificaram telhados, carros, grande parte das colheitas foram destruídas, árvores e postes de alta tensão foram derrubados. A população, que não tinha recuperado ainda das cheias, está desesperada.

Na Hungria a trovoada e as fortes chuvas desafiaram os serviços de emergência em muitas regiões. Os bombeiros viram-se a braços com árvores e chaminés caídas e telhados danificados. A tempestade causou graves danos no sul do país. Os bombeiros foram ainda chamados a combater um incêndio numa floresta. A queda de um raio, numa árvore, deu origem às chamas.