This content is not available in your region

Estado de Emergência para travar clandestinos

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
Estado de Emergência para travar clandestinos
Direitos de autor  AP Photo/Mindaugas Kulbis   -  

Na fronteira da Lituânia com a Bielorrússia - uma das fronteiras externas da União Europeia - monta-se o cerco aos clandestinos com o aparato de um dispositivo de guerra. O governo de Vilnius declarou o Estado de Emergência que entrou esta quinta-feira em vigor. 

Para a primeira-ministra, as salões já decretadas pela comunidade internacional ao governo bielorrusso não chegam. Ingrida Šimonytė defende que "neste caso particular, penso que as sanções sobre entidades e pessoas envolvidas na organização deste fluxo migratório na Bielorrússia são um passo realmente muito importante - mas não me parece que seja o último".

O estado de emergência aplica-se à faixa de cinco quilómetros de largura ao longo dos 670 quilómetros de fronteira entre a LItuânioa e a Bielorrússia.

A patrulha da fronteira está a ser feita por militares e polícia, mas o ministro do Interior também pediu também apoio e efetivos a um Sindicato de Paramilitares.