This content is not available in your region

Cabul pede responsabilidade pelo ataque com drone em Agosto

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Cabul pede responsabilidade pelo ataque com drone em Agosto
Direitos de autor  Khwaja Tawfiq Sediqi/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.   -  

A casa de Cabul onde uma família afegã morreu em agosto passado é hoje local de homenagem. Um cartaz no topo do portão evoca as vítimas do drone norte-americano. Dentro da propriedade, os sinais do ataque mantém a memória viva daquele dia. Foi ali, com espanto, que os sobreviventes ouviram a declaração do porta-voz do departamento de defesa dos Estados Unidos.

"Não prevejo que haja matérias de responsabilidade pessoal a enfrentar no que respeita ao ataque aéreo de 29 de Agosto," declarou John Kirby durante uma conferência de imprensa no Pentágono.

A declaração não foi bem acolhida pelos familiares. O pai de uma das crianças que morreram questiona: "Se eles perdessem um filho, como é que reagiam?". Aimal Ahmadi diz que a resposta está nas mãos de Deus. "Os Estados Unidos são um país poderoso, não podemos protestar contra eles ou vingarmo-nos. Nós somos muçulmanos, colocamo-nos nas mãos de Deus. Deus assume a vingança pelos mártires," diz.

O governo afegão apelou aos Estados Unidos para que revertam a decisão. O porta-voz do executivo de Cabul defendeu que tem de haver punição para os culpados e compensação para as vítimas do ataque que ocorreu durante a tomada da capital afegã pelo regime talibã.