This content is not available in your region

Vacina da Novavax aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Criança vacinada em Tulln, na Áustria
Criança vacinada em Tulln, na Áustria   -   Direitos de autor  Lisa Leutner/The Associated Press   -  

Os europeus vão dispor de uma quinta vacina para se protegerem da Covid-19. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou a utilização da vacina da empresa americana Novavax nos 27 Estados-membros. 

A autorização, ainda a ser validada pela Comissão Europeia, destina-se para já a pessoas com mais de 18 anos. Bruxelas prevê encomendar 100 milhões de doses e solicitar uma quantidade idêntica num futuro próximo.

Em plena vaga de disseminação da variante Ómicron, os estudos da Novavax referem-se ao período do passado verão e anunciam uma taxa de eficácia de 90%, numa população de 45 mil voluntários nos Estados Unidos, México e Reino Unido.

Seguindo os passos da Alemanha, a Alta Autoridade de Saúde de França (HAS) deu luz verde à vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos. Esta faixa etária já podia ser alvo de imunização em casos de particular vulnerabilidade. Agora a medida passa a ser geral mas, sublinha-se, é recomendada e não obrigatória.

Em Itália, quase metade da população, 48%, decidiu ficar em casa nas tradicionais férias de fim de ano. Cerca de 8 milhões de pessoas, 16%, optaram por cancelar as reservas efetuadas assim que a Ómicron se começou a espalhar.

O mesmo motivo que levou ao adiamento do Fórum de Davos, na Suíça, que deveria realizar-se entre 17 e 21 de janeiro, e agora terá lugar algures no início do verão.