This content is not available in your region

Testes negativos obrigatórios para entrar na Dinamarca

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Testes negativos obrigatórios para entrar na Dinamarca
Direitos de autor  Diritti d'autore Jerome Delay/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.   -  

A partir de hoje, qualquer pessoa que entre na Dinamarca deve apresentar um teste coronavírus negativo, independentemente do estatuto de vacinação que tenha.

A medida foi decidida pelo comité dinamarquês para a epidemia e os cidadãos concordam, como uma senhora que afirma: "As autoridades estão a levar a situação a sério e a tentar proteger aqueles que não podem proteger-se a si próprios".

Ou um viajante, que diz: "Posso compreender todas as medidas que foram introduzidas, ou seja, as restrições para abrandar o contágio. Naturalmente, é irritante para muitas pessoas. Mas eu penso que funciona".

As exceções a esta regra aplicam-se aos residentes no estado alemão fronteiriço de Schleswig-Holstein, a viajantes de negócios, crianças com menos de 15 anos e pessoas convalescentes.

A obrigação dos testes é válida até 17 de janeiro.

A Dinamarca registou recentemente um aumento muito acentuado de infeções com a variante Ómicron. O país está a realizar testes em massa. Chegaram a ser detetadas 16 mil novas infeções em 24 horas.

Copenhaga critica os países que incluem a Dinamarca na área de risco, alegando que com o enorme número de testas a probabilidade de encontrar infeções é muito maior.

A boa notícia é que, também na Dinamarca, os estudos mostram que a variante Ómicron é menos suscetível de levar à hospitalização do que a variante Delta, tal como mostraram estudos feitos na Grã-Bretanha e na África do Sul.