This content is not available in your region

Iraquianos assinalam em protesto segundo aniversário da morte de Soleimani

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com LUSA
Protesto em Bagdad, Iraque, assinala aniversário da morte do general Soleimani
Protesto em Bagdad, Iraque, assinala aniversário da morte do general Soleimani   -   Direitos de autor  Khalid Mohammed/Associated Press   -  

Milhares de iraquianos reuniram-se este sábado em Bagdade para assinalar o segundo aniversário da morte do general Soleimani.

Qassem Soleimani foi morto no Iraque, a 3 de janeiro de 2020, durante um ataque norte-americano. Agora, apoiantes do Hashd al-Shaabi, uma coligação de paramilitares maioritariamente pró-iranianos, exigem a retirada dos cerca de 2500 militares enviados pelos Estados Unidos que ainda permanecem no país.

Com palavras de ordem que pediam a retirada das forças estrangeiras do Iraque, os apoiantes do Hashd al-Shaabi - cujo o antigo número dois, Abu Mahdi al-Muhandis, também foi morto no ataque realizado pelos Estados Unidos em 2020 - reuniram-se para ouvir o líder do grupo, Faleh al-Fayad, e também Hadi al-Ameri, o líder da Aliança Fatah, apoiada pelo Irão.

Durante o seu discurso no centro da capital, Al-Ameri observou que Soleimani e Al-Muhandis "abriram caminho para libertar o Iraque do terrorismo”, segundo a agência de notícias oficial iraquiana INA.