Lituânia vai leiloar instalações que podem ter sido prisão de tortura da CIA

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Instalações onde se suspeita terem ocorrida torturas a suspeitos de terrorismo
Instalações onde se suspeita terem ocorrida torturas a suspeitos de terrorismo   -   Direitos de autor  AP Photo/Mindaugas Kulbis

A Lituânia prepara-se para colocar à venda, em leilão, as instalações do que se pensa ter sido uma antiga prisão dos serviços secretos dos Estados Unidos (CIA) e onde terá sido torturado pelo menos um dos suspeitos pelos ataques às Torres Gémeas de Nova Iorque há 20 anos.

O complexo em forma de T situa-se numa zona de floresta nos subúrbios de Vilnius, tem quase mil metros quadrados e desde 2007 tem sido usado como centro de treinos dos serviços secretos lituanos.

A Lituânia não confirma e até desmente tratar-se do local onde operou a CIA até há 15 anos, apesar das semelhanças com um referido em 2014 num relatório do senado norte-americano.

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos confirmou em 2018 ter existido uma instalação da CIA a operar na Lituânia pelo menos entre 2005 e 2006 e condenou a Lituânia a pagar 100 mil € a Abu Zubaydah, palestino suspeito de ter sido um alto quadro da A-Qaida e que terá sido torturado pelos serviços norte-americanos naquela prisão secreta.