This content is not available in your region

Recuperação da Zona Euro mais lenta do que previsto

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Recuperação da Zona Euro mais lenta do que previsto
Direitos de autor  Virginia Mayo/Associated Press   -  

A inflação recorde de 5 por cento registada em dezembro preocupa os líderes europeus, que estimam agora uma recuperação mais lenta do que o previam no ano passado.

Reunidos em Bruxelas, os ministros da Economia e das Finanças da Zona Euro prometeram manter os estímulos orçamentais para a economia europeia e esperam que os preços comecem a descer progressivamente em 2022.

Pascal Donohoe, presidente do Eurogrupo:"Continuamos a esperar, à medida que o ano avança, que as pressões inflacionistas que se verificam neste momento comecem a diminuir. Esperamos que isso aconteça, quando vemos que as cadeias de abastecimento em algumas partes da nossa economia continuam a melhorar e também à medida que vemos que o maior nível de poupança que pressionou os preços ao longo do ano passado começa a reduzir à medida que avançamos ao longo do ano."

O presidente do Eurogrupo disse estar consciente dos "desafios" que a inflação "impõe" aos cidadãos e empresas, sobretudo no que está relacionado com o aumento dos preços das energias, e frisou que os ministros reunidos na capital belga vão tentar responder com "medidas adequadas" dentro da própria economia da Zona Euro.