This content is not available in your region

Governo do Burkina Faso nega tentativa de golpe de Estado e desvaloriza tiroteios na capital

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
Governo do Burkina Faso nega tentativa de golpe de Estado e desvaloriza tiroteios na capital
Direitos de autor  Sophie Garcia/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.   -  

Ouagadougou acordou este domingo com tiroteios em três campos militares, de acordo com a AFP provocados por soldados descontentes que exigiam alterações na chefia militar e "meios mais adaptados" para lutar contra os jihadistas que operam no Burkina Faso desde 2015. Dado o historial do país, não demoraram os rumores de um golpe de Estado em curso mas o governo apressou-se a negar.

O ministro da Defesa do Burkina Faso, Aimé Barthélémy Simporé, fez o anúncio na televisão local:

"Desminto formalmente, o chefe de Estado não foi detido. Até ao momento, nenhuma instituição da República foi afetada. Estes movimentos são localizados e estão circunscritos. Estamos a seguir a evolução."

Apesar de o governo desvalorizar os incidentes, segundo a AFP, a sede do partido no poder foi incendiada por manifestantes na tarde de domingo e uma manifestação de apoio aos soldados, com cerca de uma centena de participantes, foi dispersada com gás lacrimogéneo.