This content is not available in your region

Palestinianos pedem exclusão de Israel da União Africana

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Primeiro-ministro palestiniano, Mohammed Shtayyeh (arquivo)
Primeiro-ministro palestiniano, Mohammed Shtayyeh (arquivo)   -   Direitos de autor  AHMAD GHARABLI/AFP or licensors   -  

O primeiro-ministro palestiniano pediu à União Africana para retirar o estatuto de "observador" concedido a Israel em julho do ano passado.

Na cimeira da organização, em Adis Abeba, Mohammed Shtayyeh, afirmou que o Estado hebraico "não deve ser recompensado pelas violações [cometidas], nem pelo regime de 'apartheid' que impõe ao povo palestiniano". Shtayyeh acrescentou que "Israel progrediu do extremismo, para o militarismo e para a expansão colonial e isso deve parar".

A decisão do presidente da Comissão da União Africana de conceder, no ano passado, o estatuto a Israel tinha suscitado fortes críticas de vários dos 55 Estados-membros, incluíndo a África do Sul e a Argélia, que frisaram que a atribuição era oposta às declarações da organização em apoio dos territórios palestinianos.

Na agenda da cimeira, está previsto que o assunto seja debatido este domingo, o que poderá dar origem a um voto.