This content is not available in your region

Berlinale atribui Urso de Ouro a filme espanhol "Alcarràs"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Berlinale atribui Urso de Ouro a filme espanhol "Alcarràs"
Direitos de autor  Vianney Le Caer/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

O júri da Berlinale 2022, presidido por M. Night Shyamalan, atribuiu o Urso de Ouro ao filme espanhol "Alcarràs".

Os membros do júri vieram de todos os continentes, representando a riqueza e o ecletismo do cinema, afirmou à Euronews a atriz dinamarquesa Connie Nielsen.

Foi espectacular e foi também um nível de escolha incrível, muito inclusivo, tal como o júri, representou muitos pontos de vista e foi uma verdadeira honra estar neste júri
Connie Nielsen
Atriz e membro do júri da Berlinale 2022

O cobiçado Urso de Ouro foi para a cineasta espanhola da Catalunha, Carla Simón.

"Alcarràs" é apenas o segundo filme da jovem de trinta anos que filmou numa zona rural que conhece bem, perto de Lérida, não muito longe de Barcelona.

O filme segue a história da família Solé, que desde que se lembra, passou todos os verões a colher os pêssegos no seu pomar em Alcarràs. Mas a safra deste ano pode muito bem ser a última, pois a família enfrenta o despejo. Os novos planos para a terra, que incluem o corte dos pessegueiros e a instalação de painéis solares, causam uma ruptura nesta família grande e unida. Pela primeira vez, o clã enfrenta um futuro incerto e corre o risco de perder mais do que o seu pomar.

**O outro grande vencedor da Berlinale deste ano foi o filme alemão "Rabiye Kurnaz vs. Geoge W. Bush", com dois galardões: Urso de Prata de Melhor Atuação, para a atriz Meltem Kaptan,**e o Urso de Prata de Melhor Guião.

É uma comédia política sobre uma mãe turca que vive na Alemanha, e tem um filho preso sem motivo em Guantánamo. Esta mulher pede a ajuda de um advogado que assume a sua causa e viaja para Washington para enfrentar George W. Bush.

A Berlinale 2022 foi um sucesso e decorreu em condições quase normais. A competição foi particularmente dura este ano e o júri premiou filmes de todo o mundo, artística e politicamente comprometidos, mostrando a diversidade, mas também as adversidades do mundo contemporâneo, afirmou o correspondente da Euronews, Frédéric Ponsard, em Berlim.