Bolsa de Moscovo reabriu a meio gás

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Bolsa de Moscovo reabriu a meio gás
Direitos de autor  Pavel Golovkin/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

Reduzida a uma segunda divisão do mercado, a Bolsa de Valores de Moscovo retomou as negociações esta quinta-feira, um mês após a Rússia ter invadido a Ucrânia.

Não há investidores estrangeiros e apenas um punhado de ações, incluindo as gigantes da energia, pode ser negociado.

Nos primeiros minutos de abertura, o índice MOEX subiu 8%. Da última vez que o mercado funcionou, um dia após a eclosão da guerra, perdeu 33%.

A fuga maciça de investidores estrangeiros, o encerramento de empresas e fábricas enfraqueceram grandemente a economia russa, mas os esforços ocidentais para acabar com a guerra com sanções podem ser em vão sem a cooperação da China, diz o antigo conselheiro económico do governo russo, e professor na Universidade de Science-Po, em Paris, Sergei Guriev.

"Penso que a China deveria pensar quais são os seus interesses, e penso que é do interesse da China convencer o Senhor Putin a parar esta guerra. E se a China aderir a este embargo petrolífero - se houver um embargo petrolífero na Europa e se a China aderir a este embargo petrolífero - penso que a guerra terminará razoavelmente em pouco tempo".

Os analistas concordam que a economia mundial não pode passar sem o petróleo e o gás russos da noite para o dia, mas, a médio prazo, essa dependência pode ser reduzida substancialmente.