This content is not available in your region

Detida em Portugal delatora da "Lava Jato"

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com LUSA
Polícia Federal brasileira apreende cocaína a bordo de avião
Polícia Federal brasileira apreende cocaína a bordo de avião   -   Direitos de autor  Extrato de imagens da AP/EURONEWS   -  

Uma mulher foi detida em Portugal no âmbito de uma operação conjunta entre a Polícia Federal brasileira e a Polícia Judiciária portuguesa para desmantelar uma rede de tráfico de droga.

A investigação está relacionada ao avião apreendido no Brasil, em fevereiro do ano passado, onde seguia o empresário João Loureiro. A bordo estava também cerca de meia tonelada de cocaína.

A partir da apreensão, a Polícia Federal conseguiu identificar a estrutura da organização criminosa que atuava nos dois países, composta por fornecedores de cocaína, mecânicos de aviação e auxiliares (responsáveis pela abertura da fuselagem da aeronave para acondicionar a carga), transportadores (responsáveis pelo voo) e doleiros (responsáveis pela movimentação financeira do grupo).

De acordo com as autoridades brasileiras, esta terça-feira, foram emitidos, no total, 43 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva, dois deles no Porto e em Braga.

Fonte da Polícia Federal disse à agência Lusa que os "dois presos em Portugal são brasileiros". Uma dos suspeitos, Nelma Kodama, foi a primeira delatora da operação "Lava Jato", tendo sido condenada a 18 anos de prisão em 2014 pelo crime de lavagem de dinheiro, e indultada em 2017, pelo presidente Michel Temer.