This content is not available in your region

Mais armamento a caminho da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
Volodymyr zelenskyy recebeu a visita da Pedro Sánchez
Volodymyr zelenskyy recebeu a visita da Pedro Sánchez   -   Direitos de autor  Andrew Harnik/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

Espanha e Dinamarca anunciaram o envio de centenas de toneladas de armamento pesado e equipamento militar para a Ucrânia.

Os anúncios foram feitos esta quinta-feira em Kiev, durante a visita que o presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, e a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, fizeram ao presidente ucraniano Volodymyr Zelenkyy.

"Está claro que uma das mensagens mais importantes da Dinamarca é que esperamos entregar ainda mais armas à Ucrânia, porque é isso que é mais necessário", referiu a governante dinamarquesa.

Já o homólogo espanhol anunciou que "um navio da marinha espanhola, O Isabel, partiu hoje do porto espanhol com destino à Polónia, carregado com 200 toneladas de munições modernas e todo o material. O navio transporta 30 camiões, vários veículos especiais de transporte pesado e 10 pequenos veículos carregados com o material militar que será transferido para a Ucrânia."

Os Estados Unidos da América anunciaram um novo pacote de assistência militar e de ajuda económica à Ucrânia. Um anúncio feito pelo presidente Joe Biden:

"Anuncio outros 800 milhões de dólares para aumentar ainda mais a capacidade da Ucrânia para lutar no leste, na região do Donbass. Este pacote inclui armas de artilharia pesada, dezenas de obuses e 144.000 cartuchos de munição para acompanhar esses obuses, e mais drones táticos."

Segundo a agência de notícias germânica, DPA, a Alemanha está a coordenar com a Eslovénia o envio de tanques para a Ucrânia. Berlim irá enviar ao parceiro da NATO tanques de guerra, por sua vez, Liubliana envia, para Kiev, os seus tanques de batalha T-72, de origem soviética.