This content is not available in your region

Milhares em Auschwitz para a Marcha dos Vivos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Campo de concentração e extermínio de Auschwitz, Polónia
Campo de concentração e extermínio de Auschwitz, Polónia   -   Direitos de autor  AP Photo/Czarek Sokolowski   -  

Milhares de pessoas de todo o mundo participaram a Marcha dos Vivos em memória das vítimas do Holocausto, que teve lugar esta quinta-feira no antigo campo de concentração e extermínio de Auschwitz.

Acompanhado de um sobrevivente, Edward Mosberg, o presidente da Polónia, Andrzej Duda, depôs uma coroa de flores no Bloco 11 do campo, também conhecido por bloco da morte.

Em Israel, a vida parou por dois minutos e fêz-se silêncio ao som de sirenes em memória do Holocausto e dos seis milhões de judeus assassinados pela Alemanha nazi durante a Segunda Guerra Mundial.

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, depôs uma coroa de flores no memorial do Holocausto, Yad Vashem.

No seu discurso, Naftali Bennett, recusou a comparação do genocídio com qualquer outro conflito e afirmou que o Holocausto é a expressão mais definitiva e absoluta de milhares de anos de anti-semitismo.