This content is not available in your region

Ucrânia acusa Rússia de atacar civis em Lysychansk

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
Kiev acusa Rússia de atacar civis em Lysychansk
Kiev acusa Rússia de atacar civis em Lysychansk   -   Direitos de autor  Efrem Lukatsky/The Associated Press   -  

O governador de Luhansk acusa a Rússia de ter provocado três mortes e sete feridos com um ataque aéreo a um edifício que servia de refúgio a civis em Lysychanks. De acordo com Serhiy Haidai, os russos já destruíram mais de onze mil edifícios na região.

O governador abordou também a situação em Severodonetsk para dizer que era atualmente impossível evacuar o complexo fabril de Azot devido aos bombardeamentos constantes dos russos.

Já Oleksandr Shtupun, porta-voz das Forças Armadas da Ucrânia, informou que "os ocupantes russos continuavam os ataques cerrados mas que ainda não tinham conseguido assumir o controlo total da cidade e que a luta continuava".

De acordo com a TASS, agência de notícias russa, os separatistas de Luhansk controlam os bairros residenciais de Severodonetsk e tentam agora assumir o controlo da zona industrial.

Já a RIA Novosti, outra agência estatal russa, cita o Ministério da Defesa para afirmar que os ucranianos encenaram no fim de semana passado um ataque a um hospital de Odessa com o objetivo de divulgar as imagens pelos países ocidentais e culpar a Rússia.

No terreno, continuam os combates sem que se vislumbre a luz ao fundo do túnel. Antes pelo contrário. Depois de Estados Unidos, esta quinta-feira foi a vez de França e Reino Unido anunciarem o envio de mais armas para o teatro de guerra.