This content is not available in your region

OMS teme aumento de casos de Covid-19 na Europa durante o verão

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Organização Mundial da Saúde pede prudência no período de férias.
Organização Mundial da Saúde pede prudência no período de férias.   -   Direitos de autor  OMS

Na Europa, vários países verificam um aumento significativo do número de casos de Covid-19, numa altura em que existem já poucas medidas de contenção.

O diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, disse, em entrevista à Euronews, que as férias não devem ser adiadas, mas pede vigilância e prudência, especialmente no que diz respeito aos grupos mais vulneráveis.

Temos de proteger os vulneráveis, vacinar e obter um reforço vacinal.
Hans Kluge
Diretor regional da OMS para a Europa

Hans Kluge defende ainda que, em países onde se verifica um aumento acentuado das infeções, é também aconselhado que se use máscara de proteção nos locais fechados e com pouca ventilação.

"Também sabemos que existe uma linha temporal. Algumas semanas após um aumento de novos casos, as hospitalizações aumentam. Mas, uma vez mais, não devemos assustar as pessoas para não irem de férias, mas sim para usarem o bom senso", acrescenta.

Hans Kluge defende ainda que a pandemia afetou de forma significativa a saúde mental dos europeus e que a guerra na Ucrânia adicionou ainda mais pressão, uma vez que as pessoas estão ansiosas com o impacto do contexto atual nas próprias vidas.

Já durante a Covid-19 vimos fraturas sociais e depois extremismo político. Temos de persistir e proteger o povo
Hans Kluge
Diretor regional da OMS para a Europa

A OMS teme que se registem "níveis elevados" de Covid-19 na Europa neste verão. Só no mês passado, o número de infeções triplicou no continente. Esta semana, atingiu-se a cifra de 500 mil casos diários, de acordo com dados da mesma organização.