Traficantes de migrantes para o Reino Unido detidos em vários países europeus

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Migrantes resgatados no Canal da Mancha são levados para o Reino Unido
Migrantes resgatados no Canal da Mancha são levados para o Reino Unido   -   Direitos de autor  Matt Dunham/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Autoridades de cinco países europeus detiveram 39 pessoas, na sequência de uma investigação internacional a uma rede de contrabando de migrantes

Durante ano e meio, os suspeitos terão feito entrar de forma ilegal no Reino Unido, cerca de 10 mil pessoas, através de pequenos barcos de borracha. 

De acordo com a Europol, a operação, que envolveu buscas em mais de 50 locais, teve como resultado nove detenções em França, 18 na Alemanha, seis nos Países Baixos e outras seis no Reino Unido. 

Entre os bens apreendidos, encontram-se mais de 1200 coletes de salvamento, cerca de 150 barcos de borracha, perto de 50 motores; armas de fogo, carros, drogas e aproximadamente 40 mil euros em dinheiro.

Os investigadores estimam que, em 18 meses, a rede poderá ter alcançado um volume de negócios no valor de 15 milhões de euros com a atividade criminosa.

Imagens da Europol mostram momentos das detenções e apreensões

Migrantes desaparecidos no Canal da Mancha

De forma a despistar as autoridades, os traficantes mudavam regularmente de tática, recorrendo também a barcos maiores e atuando durante a noite para contrabandear o maior número possível de migrantes, sem qualquer preocupação com a sua segurança. 

As pistas sugerem que, por vezes, chegaram a ser lançados ao mar em simultâneo 15 barcos. Apenas metade terá chegado ao Reino Unido. 

A cada vítima do tráfico, eram cobrados entre 2500 euros e 3500 euros.

Só no ano passado, o projeto "Migrantes Desaparecidos" da Organização Internacional para as Migrações das Nações Unidas, registou o desaparecimento de pelo menos 44 pessoas a tentar atravessar o Canal da Mancha. A maioria terá morrido afogada.