This content is not available in your region

Os grandes glaciares do Caucaso estão a desaparecer

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Glaciar a derreter
Glaciar a derreter   -   Direitos de autor  Luca Bruno/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.   -  

As montanhas do Caucaso estão a mudar. De acordo com um estudo, nos últimos 20 anos, os glaciares do Grande Cáucaso perderam 320 quilómetros quadrados de gelo, enquanto alguns pequenos glaciares do Cáucaso já desapareceram.

Estas mudanças são medidas não só por cientistas, mas também por alpinistas, que viajam frequentemente para grandes altitudes, como Archil Badriashvili.

"As mudanças já podem ser sentidas por nós; as estações também estão a mudar, os meses, que eram seguros para a escalada de montanhas, já não são; a ameaça de avalanches e a queda de rochas estão a aumentar. Eu próprio vi glaciares a derreter, por exemplo, o Gergeti, que costumava ser enorme, agora parece realmente miserável. É uma dor de coração ver isto. É difícil acreditar no quanto mudou em 100 anos, se isto continuar, o futuro será sombrio".

Diz-se que as alterações climáticas desempenharam um papel no colapso do glaciar ao largo da montanha Marmolada em Itália, no dia 3 de julho, que matou 11 pessoas. O Colapso coincidiu com temperaturas invulgarmente elevadas.

O incidente levanta a questão de saber se tragédias como esta podem voltar a acontecer.

Segundo o glaciólogo Levan Tielidze, autor de vários estudos, os glaciares no Cáucaso estão a encolher a todos os níveis e alguns já reduziram mais de 4 quilómetros.

Diminui a massa de gelo, aumenta o número de lagos glaciares, o que também causa problemas.

"**Estes glaciares têm diminuído mais de 1% todos os anos, o que significa que alguns glaciares podem desaparecer em algumas décadas e não em 100 anos, como se acreditava anteriormente.**Os glaciares são importantes para o ambiente, constituem reservas de água doce e alimentam os rios. Quando os glaciares derretem, as encostas das montanhas podem tornar-se instáveis desencadeando uma avalanche!", afirma.

A tragédia que se desenrolou em Itália abalou o mundo alertou consciências, para além da comunidade científica.

Os cientistas acreditam que o problema precisa de ser abordado agora, ou a Humanidade sentirá as duras consequências das alterações climáticas.