This content is not available in your region

Incêndio gigante nas proximidades do Parque Yosemite

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Zona ardida no condado de Mariposa, Califórnia
Zona ardida no condado de Mariposa, Califórnia   -   Direitos de autor  DAVID MCNEW/AFP or licensors   -  

Face à intensidade e extensão das chamas nas proximidades do Parque Nacional de Yosemite, o governador da Califórnia declarou o estado de emergência no condado de Mariposa

O incêndio começou sexta-feira à tarde a sudoeste do parque, perto da cidade de Midpines e, no sábado, tinha avançado 48 quilómetros quadrados, de acordo com o  Departamento de Silvicultura e Proteção contra Incêndios da Califórnia.

Este fogo eclodiu quando os bombeiros lutavam contra outro incêndio que se aproximava de um bosque de sequóias gigantes.

Mais de 500 bombeiros estão a combater as chamas, ajudados por helicópteros, aviões e bulldozers, em condições muito difíceis com tempo quente, baixa humidade e vegetação seca devido à pior seca das últimas décadas.

6000 pessoas tiveram já de abandonar as residências. Há dezenas de casas e zonas comerciais destruídas e  mais de duas mil residências e infraestruturas ameaçadas.

Fontes citadas pelo jornal Los Angeles Times dizem que "poderá levar mais de uma semana a controlar o incêndio".

Diversos estados sob uma onda de calor

Este incêndio é uma das consequências mais dramáticas da onda de calor que está a afetar os Estados Unidos este fim-de-semana, numa área localizada entre a Califórnia e o Oregon, a oeste, mas muito mais amplamente no centro e nordeste.

Um calor sufocante foi sentido em particular na capital, Washington, onde a temperatura aproximou a marca 38 graus.

Nova Iorque também não foi poupada, com temperaturas que se aproximam dos 35 graus.

As temperaturas poderiam também atingir 43 graus em partes de Utah (oeste), Arizona (sul) e nordeste, de acordo com os serviços meteorológicos.

Em Boston, onde a presidente da câmara, Michelle Wu, declarou um "estado de emergência térmica", com as áreas de arrefecimento municipal abertas e as piscinas abertas por mais tempo, a temperatura chega aos 37 graus.

Esta semana, o presidente dos EUA Joe Biden voltou a salientar o "perigo claro e presente" das alterações climáticas, "uma ameaça existencial para a nossa nação e para o mundo". Mas a sua margem de manobra é limitada no Congresso e pelo Supremo Tribunal.

Em Junho de 2021, uma "onda de calor" invulgarmente intensa causou o caos ao longo da costa ocidental dos Estados Unidos e Canadá, matando mais de 500 pessoas e provocando grandes incêndios, com temperaturas que se aproximavam dos 50 graus.