This content is not available in your region

Inglaterra rejubila com conquista histórica

Access to the comments Comentários
De  euronews
Adeptos ingleses festejam conquista do título
Adeptos ingleses festejam conquista do título   -   Direitos de autor  AP Photo/Frank Augstein

A Inglaterra é a Campeã da Europa de futebol feminino, pela primeira vez, na sua história.

A seleção britânica derrotou a equipa da Alemanha por 2-1, já no final do prolongamento, levando ao rubro os milhares de adeptos que se encontravam no Estádio do Wembley, nos subúrbios de Londres.

Os ingleses não podiam estar mais contentes:

"Foi simplesmente fenomenal. A atmosfera, ali dentro, era inacreditável. Nunca experienciei nada igual", diz uma britânica.

Outra afirma que " a última vez que veio para casa, o futebol feminino foi proibido, por isso ver a melhoria a partir daí e ver esse apoio, foi espantoso".

Uma pequena adepta conta que a partida "foi muito emocionante... No início pensávamos que a Alemanha ia ganhar porque estava um igual. Depois marcámos o golo e a Inglaterra ganhou!"

Uma multidão de 87.192 pessoas, um recorde para qualquer Campeonato Europeu, assistiu ao golo de Chloe Kelly que marcou a superioridade das leoas inglesas.

"É maravilhoso para o desporto feminino não só neste país, mas em todo o mundo, que tantas pessoas apareçam não só para Inglaterra, mas para ver futebol... E as mulheres jogam - é simplesmente maravilhoso ver toda a gente, homens e mulheres, a divertirem-se e a verem o resultado final", sublinha o historiador de futebol, James Knowles.

"56 anos desde a última vez que a Inglaterra ganhou um grande campeonato - e tal como 1966, a Inglaterra venceu a Alemanha no prolongamento", relata o jornalista da euronews Luke Hanrahan.

Para os adeptos alemães a derrota foi agridoce:

"Por muito que doesse sentar-me ali e ouvir 85 mil adeptos ingleses a cantar aquelas canções, foi ótimo ouvir isso para o futebol feminino", diz uma alemã.

Outra refere que "historicamente, a Alemanha tem, obviamente, um número elevado de vitórias nestas finais e Wembley é realmente especial, mas vivo no Reino Unido há 15 anos, por isso - não é totalmente perturbador, digamos assim".

31 de julho de 2022, uma data histórica para o futebol feminino que Inglaterra provavelmente não irá mais esquecer.