This content is not available in your region

Seca ameaça agricultura e turismo em Málaga

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Vi´ñuela agoniza sem água
Vi´ñuela agoniza sem água   -   Direitos de autor  Carlos Gil/The Associated Press

As imagens de seca são cada vez mais habituais na Europa e o verão de 2022 tem batido recordes. Na província de Málaga, em Espanha, a barragem de Viñuela está a apenas 12% da sua capacidade, o valor mais baixo desde 1996.

Para os ambientalistas, as alterações climáticas são o culpado óbvio mas a má gestão dos recursos hídricos também é responsável por este cenário desolador.

Rafael Yus sublinha que existe "demasiado regadio na região e que chegados a este ponto, temos de o parar completamente". O ambientalista sugere alternativas como a reciclagem da água ou simplesmente o cultivo de outros frutos.

O cultivo de espécies exóticas garante dez mil empregos na região, que lidera a produção europeia de mangas e abacates. Devido à seca, no entanto, os frutos produzidos, não atingem o tamanho normal e as receitas dos agricultores caíram um quarto nos últimos anos.

Além da agricultura, também o turismo sofre com a seca devido à impossibilidade de praticar desportos náuticos na albufeira.

La Viñuela agoniza sem água mas a avaliar pelos múltiplos exemplos por essa Europa fora, a seca é uma realidade a que vamos ter de nos habituar.